Sejam bem vindos!
Cavaleiros da Verdade e Luz n°19 

Skip Navigation Links











Bem-vindos à Cavaleiros da Verdade e Luz n°19

              Temos por finalidade levar a filosofia, a educação e cultura maçônica a todos os homens, fazendo renascer em cada um os reais e sublimes valores, incentivando seus membros ao verdadeiro princípio da virtude, constituindo-se assim, como uma instituição essencialmente filosófica e solidária entre seus membros. 
Trabalhamos pelo aperfeiçoamento moral, intelectual e social da humanidade, pelo fiel cumprimento do dever e a constante busca da verdade, cultivando entre todos o conhecimento de que cada um é filho do Deus Criador e que as limitações geográficas devem servir apenas para facilitar a busca da felicidade pela correta aplicação da justiça. Nossos fins supremos são: Liberdade, Igualdade e Fraternidade.            



Quem Somos?

Cavaleiros da Verdade e Luz n°19

Filiada a Grande Loja Regular do Rio Grande do sul.

Antiga e Honorável Fraternidade de Maçons Livres e Aceitos.

Àquele que deseja ser Maçom:

Nada é tão oculto que não possa ser conhecido, ou tão secreto que não possa vir à luz. O que vos digo nas trevas que seja dito na luz. E o que ouvirdes em sussurro, proclamai do alto do edifício (Jesus Cristo).

Ninguém confia naquilo que não compreende. Não fomos designados para justificar, defender ou louvar a Maçonaria. Mas falando dessa Sublime Ordem, só a temos visto praticar o bem e nunca fazer nenhum mal.

Aprendemos que aqueles que se centram na verdade, na retidão, na bondade, justiça, honestidade e humildade, estão interligadas com os laços de amor e que a Maçonaria se considera um sistema peculiar de moralidade baseada no amor fraternal, no apoio mútuo e na verdade.

Quando somos convidados para a Maçonaria, nada sabemos sombre a Ordem, mas sabendo,entretanto, que, segundo Sócrates, o “reconhecimento da ignorância é o princípio da sabedoria”

Só podemos conceber tal esperança pela regularidade do comportamento, através de ações demonstradas pelo caráter e expressas pela vivência em retidão e fidelidade, pela crença em Deus, sendo tolerante com os princípios religiosos de cada um e que o restante residia na habilidade individual de "fazer aos outros como se faz a si próprio".

Na verdade o mais importante não é o que se deve fazer para ingressar na Sublime Ordem, mas o que o interessado tem feito na vida. Se esta for considerada digna, ele será admitido. E tudo seguiu até o dia que enxergar a Verdadeira Luz será passado. Pois, nascerá um novo Homem, nascerá um Aprendiz Franco-Maçom.

                            

 
Copyright © 2017 Maçonaria Virtual